Projecto Artémis ® - Forum

Quebrar o silêncio-Notícia no Jornal LamegoHoje

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quebrar o silêncio-Notícia no Jornal LamegoHoje

Mensagem  Projecto Artémis em Dom Jun 01, 2008 11:57 am

Manuela Pontes vivenciou duas dolorosas experiências de perder um filho, no primeiro trimestre da gestação.
“A enorme lacuna de informação e apoio neste âmbito despertaram em mim a necessidade de querer fazer algo que me pudesse ajudar não só a mim, mas a todas as mulheres que fatalmente passam por esta dor”, explica a autora de um grupo que começou informalmente na Internet, no ano de 2001.
A grande metamorfose aconteceu em 2004 quando o Projecto Artémis passou a ser uma instituição sem fins lucrativos. “Desde este período que a associação mantém uma luta feroz pela humanização dos serviços a mulheres que perdem os seus filhos ao longo da gestação”, diz Manuela Pontes com a mesma garra que a Deusa grega que representa a associação.
Considerando que a sociedade ainda não está orientada para este problema, Manuela Pontes refere que há mulheres que sofreram um aborto e dividem espaço (mesmo que em quartos separados) com o choro de recém-nascidos, com a alegria de puerpérias, nos hospitais.

Tema tabu em livro
O aborto continua a ser um tema muito sensível na sociedade portuguesa. Em especial as perdas gestacionais encaradas por muitos como algo “normal” no ciclo da mulher.
Nesta fase, o casal precisa de colo, precisa de falar abertamente sobre este assunto, de modo a afastar, ou tentar esquecer a dor. O tabu deve-se, segundo Manuela Pontes à sociedade que “não está sensibilizada para este assunto, julgam que, como mulheres capazes de reproduzir, conseguimos esquecer o filho que se perdeu, engravidando de
um outro. Quando na verdade, um filho não substitui nenhum, pois cada filho representa um sonho, a projecção de sonhos, a fantasia de um futuro”. “São as pessoas que rodeiam estas mulheres que lhe aumentam a angústia, o sentimento de
vazio, na incompreensão geral, na intolerância à saudade que aquele filho, que partiu cedo demais, deixou”, assegura.
“O Pacto de Silêncio” poderá ser adquirido a partir de 1 de Junho em qualquer livraria. A única apresentação pública em Trás-os-Montes e Alto Douro será em Chaves, dia 29 de Maio, na Biblioteca Municipal. Braga será a 14 de Junho, na Fnac BragaParque, em Coimbra dia 28 de Junho, na Almedina Estádio e Lisboa (21 de Junho) na Bertrand Vasco da Gama.

Internet amiga para desabafar
Para aliviar este sofrimento, minimizar a pressão dos familiares e amaciar as cicatrizes profundas no coração dos casais, nasceu no fórum um grupo de inter ajuda. http://perdagestacional.forumeiros.com.
Num espaço de adesão gratuita cujas mensagens escritas são vigiadas por técnicos especializados, nomeadamente, psicó-
logos, enfermeiras, sociólogos, advogados, geneticistas, nutricionistas, homeopatas e virologista,. Todos têm uma
função informativa e orientativa. Funciona 24 horas por dia e de modo a poder intervir e colmatar situações de ansiedade, medo e insegurança.
A sua moderação rigorosa permite, segundo Manuela Pontes “um controlo positivo, sem especulação, que tanto se encontra em outros fóruns públicos e que pode ser perigoso”. Para além do apoio virtual há ainda o contacto diário de
mulheres que querem de uma forma emocional positiva contribuir para uma vida mais sã e feliz. Este fórum disponibiliza actividades que contribuem para esse fortalecimento.
Considerando que a sociedade ainda não está orientada para este problema, Manuela Pontes de mulheres que sofreram um aborto e dividem espaço (mesmo que em quartos separados) com o choro de recém-nascidos, com a alegria de puerpérias, nos hospitais.

Dia Nacional precisa-se
À Semelhança de Inglaterra e EUA, onde a efeméride é assinalada, Portugal está reunir apoios, que neste momento cifram as 2 mil assinaturas, para as 4 mil necessárias para entregar em plenário.

O Projecto Artémis pretende recolher 4 mil assinaturas para a criação do Dia Nacional para a Sensibilização da Perda Gestacional, sendo a data escolhida 15 de Outubro.
Ainda com metade do número de assinaturas necessárias, Manuela Pontes, responsável por este grupo de apoio às famílias
que sofrem a perda de um filho, lança “O Pacto do Silêncio”, em Chaves, um livro que aborda a temática do aborto.


IN Lamego Hoje - 15 de Maio de 2088

_________________
Um bem haja
Projecto Artémis
A Direção

Contato tlm: 938633707
avatar
Projecto Artémis
Admin
Admin

Número de Mensagens : 517
Localização : Portugal
Data de inscrição : 08/12/2007
Reputação : 17
Pontos : 4147

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/associacaoartemis

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quebrar o silêncio-Notícia no Jornal LamegoHoje

Mensagem  Convidado em Dom Jun 01, 2008 12:11 pm

Gostei imenso deste artigo, considero que está bem escrito e passa as mensagens principais da Associação! Que belo destaque Smile

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quebrar o silêncio-Notícia no Jornal LamegoHoje

Mensagem  Manuela Pontes em Dom Jun 01, 2008 12:17 pm

Eu também gostei muito da forma como a Iolanda (jornalista) abordou a temática e a informação que lhe foi passada.
Cada vez mais há um interesse por parte dos mídia nesta temática, o que me deixa realmente muito feliz por estarmos a contribuir por e para uma mudança Smile

Manuela Pontes
Artemisa Platina
Artemisa Platina

Feminino
Número de Mensagens : 2254
Idade : 46
Localização : Braga
Emprego/lazer : Professora/Escritora
Data de inscrição : 08/12/2007
Reputação : 22
Pontos : 4289

Ver perfil do usuário http://www.pactodesilencio.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quebrar o silêncio-Notícia no Jornal LamegoHoje

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum