Projecto Artémis ® - Forum

Resumo da palestra sobre infertilidade da Susana Silva

Ir em baixo

Resumo da palestra sobre infertilidade da Susana Silva Empty Resumo da palestra sobre infertilidade da Susana Silva

Mensagem  Convidado em Ter Jan 22, 2008 6:34 pm



Olá!!!!



Antes de mais, peço desculpas pela demora em publicar este post sobre a conferência da investigadora Susana Silva na Universidade do Minho sobre a reprodução medicamente assistida, mas por falta de tempo, não o consegui fazer mais cedo.

Também quero realçar que o meu conhecimento sobre este assunto é muito relativo, e portanto se não utilizar os termos técnicos correctamente, peço a vossa compreensão.

A investigadora Susana Silva, socióloga, está a concluir a dissertação de doutoramento sobre “Os significados atribuídos à indução da ovulação pelos casais inférteis”. Este tem sido um tema muito estudado e realçado a nível académico por esta investigadora, dando enfoque aos discursos genderizados e influenciados pelos estereótipos de género, tanto por parte dos casais que utilizam as técnicas de reprodução medicamente assistida, mas também pela própria sociedade, inclusive por parte da medicina.

Ora, o que importa realçar da exposição é que a gravidez, e o conseguir ter filhos, é algo considerado inato e natural na mulher pela sociedade em geral. Assim, quando acontece de um casal ser infértil, a primeira ideia é de que a infertilidade é feminina e não masculina.

Esta ideia generalizada até por parte dos médicos, faz com que quando estes casais recorrem a estas técnicas, o primeiro passo é a indução de hormonas na mulher para estimular os ovários a produzirem folículos, isto mesmo antes de saber, quem é o elemento do casal que é infértil.

Este estereótipo da masculinidade faz com que se pense que os homens são naturalmente fortes, e férteis, e que a mulher é um ser frágil que precisa de ajuda médica, e dos homens.

Neste sentido, quase todas as técnicas são direccionadas para a mulher, que se sente responsável pelos “falhanços” e pela vergonha de não conseguir engravidar. O papel dos homens, muitas vezes resume-se apenas à fecundação dos óvulos, e portanto a mulher é responsável pela confirmação da gravidez, pois é no corpo dela que tal se processa.

No discurso dos casais estudados, evidencia-se a desresponsabilização masculina, mesmo por parte da mulher. O mesmo se passa com as terapias utilizadas, que no caso de falharem, nunca são postas em causa, mas sim o corpo da mulher. Embora se saiba que há uma falta de adequação destas técnicas a cada caso.

Já no que diz respeito aos riscos associados a estas técnicas, como o cancro, assim como o desconforto da sua utilização, são consideradas consequências normais, e não como riscos para a mulher.

Também as relações conjugais são reconfiguradas, visto que as relações sexuais têm de coincidir com o período fértil. Esta regulação torna constrangedores os momentos íntimos do casal, o que leva à ansiedade e falta de desejo. E a aplicação diária das injecções nas mulheres, também é considerado constrangedor, dando a ideia de algo técnico, de uma “gravidez técnica”. Além do horário da remoção dos óvulos nos serviços de saúde, que pode levar a que o horário da aplicação das injecções tenha de coincidir com alturas inconvenientes, o que obriga a mudanças de comportamentos quotidianos.

Para terminar, não quero com isto dizer que os homens não se preocupam com as mulheres, o que se passa muitas vezes, é que estes não sabem lidar com estas situações, e são “forçados” a mostrar uma força, que muitas vezes não sentem, para apoiar as mulheres, pois é assim que a sociedade espera que se comportem. Isto passa muito também pela relação entre o casal, e à falta de informação sobre este assunto “tabu”.

Peço desculpa pelo alongamento, mas penso que tudo o que disse é importante para a compreensão de muitas situações que encontramos no voluntariado, e para muitas mulheres que recorrem a terapias para a infertilidade, que se sentem incompreendidas e revoltadas por estarem a passar por este problema.

Mais uma vez, obrigado à Artémis pela sua luta!!! E claro à Cristina, ela já sabe, admiro-te muito, e muito obrigado por tudo. cheers



Um grande abraço a todas!!!


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Resumo da palestra sobre infertilidade da Susana Silva Empty Re: Resumo da palestra sobre infertilidade da Susana Silva

Mensagem  Manuela Pontes em Ter Jan 22, 2008 9:30 pm

Andréia muito obrigada pela análise que nos facultaste Smile . Como não tive oportunidade de assistir, esta apresentação foi importante para perceber o assunto que foi oralizado.
Mais uma vez obrigada e um grande abraço na persistência que tens demosntrado.
A Artémis agradece-te todo esse companheirismo ( a cristina é uma óptima tutora Razz )

Manuela Pontes
Artemisa Platina
Artemisa Platina

Feminino
Número de Mensagens : 2254
Idade : 48
Localização : Braga
Emprego/lazer : Professora/Escritora
Data de inscrição : 08/12/2007
Reputação : 22
Pontos : 4897

Ver perfil do usuário http://www.pactodesilencio.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Resumo da palestra sobre infertilidade da Susana Silva Empty Re: Resumo da palestra sobre infertilidade da Susana Silva

Mensagem  Convidado em Ter Jan 22, 2008 10:25 pm

Minha querida, desde ja agradeço e assino por baixo o relato da palestra.

Estou com as lágrimas nos olhos, eu é que tenho de agradeçer a ti e á Natacha a vossa dedicação, tenho muito orgulho em voçes minha "caloirinhas" de voluntariado.

Um beijito muito, muito grande

Cris

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Resumo da palestra sobre infertilidade da Susana Silva Empty Re: Resumo da palestra sobre infertilidade da Susana Silva

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum